5 antibióticos naturais que todo mundo deveria ter na cozinha

Os antibióticos farmacêuticos são usados contra bactérias, mas não fazem distinção entre as bactérias boas para nosso organismo, chamadas probióticas e as bactérias ruins, que causam infecções e doenças. Além disso, com o frequente uso destes antibióticos podemos estar contribuindo para o aumento de condições crônicas de doenças. Já os probióticos ajudam a manter a flora em bom funcionamento e impedem a entrada de bactérias externas.

A maioria dos antibióticos naturais também age contra outros microrganismos, promovendo uma imunidade alta além de colaborar com tantos outros fatores. E para te ajudar, vamos citar alguns antibióticos que quase todo mundo tem em casa:

Alho

Este é um grande queridinho na culinária e possui um aroma incrível, mas ele possui muito mais utilidades do que você imagina. Ele combate sintomas de gripes e resfriados, estimula a ativação do sistema imunológico, é tônico cardíaco e tem propriedades antibacterianas muito eficazes.

Sua principal enzima terapêutica é a alicina, responsável pela atividade antibacteriana, ela ainda pode ser benéficas para o controle do colesterol, a coagulação sanguínea, o controle da hipertensão, a erradicação de células cancerígenas, além de eliminar radicais livres e ser antimicrobiano.

Como preparar: Recomenda-se ingeri-lo cru, para maior benefício. Mas você pode utilizar na alimentação e em formato de chá. Como é um bulbo, deve ser feito por decocção de 30 minutos.

A medicina Ayurveda recomenda a ingestão apenas quando nos sentimos doentes ou com a imunidade baixa. O uso frequente também pode causar azia e enjoos. Ele ainda pode causar alergias na pele. Apesar disso não há contra indicações e você deve observar como o seu corpo reage a ele.alho, cabeça de alho

Gengibre

O gengibre é bastante utilizado na culinária como aliado do alho e da cebola. Tem sabor picante e é muito recomendado para dor na garganta e afastar gripe.

Tem compostos fenólicos, como o gingerol, que contribuem para os benefícios anti-inflamatórios, bem como sobre a redução do colesterol. Ele ainda contribui para alívios estomacais, erradicação de células cancerígenas, elimina toxinas e secreções dos pulmões e combate o reumatismo.

O gengibre pode ser consumido cru, mas normalmente é preparado o chá, assim como o de alho, para utilizar como anti-inflamatório e  no alívio da dor.

Gravidas e crianças de até 2 anos devem consultar especialista. Pessoas que possuem distúrbio de sangramento ou tomam medicamentos para afinar o sangue também devem consultar.

Como preparar: Pode ser consumido em sucos, macerado em azeite ou vinagre, chá por decocção, arroz, feijão e outros pratos.

 

Orégano

O orégano também é usado na culinária, principalmente em pizzas e queijos derretidos. É um ótimo combatente de parasitas, por ter carvacrol na sua composição, tem potencial para eliminar as bactérias e aliviar a acne. O uso do orégano é ótimo para combater candidíase, por ser antisséptico e antifúngico, auxilia em espasmos, cólicas menstruais e ele ainda é tônico, revigorando o organismo.

Como preparar: Seu uso é através de chás, banho de assento ou óleos. O óleo pode ser feito em casa através de maceração e óleos medicinais. E o chá através de infusão de 5 gramas por xícara.

Óleo de cocococo, óleo de coco

O óleo de coco é mais usado medicinalmente que na culinária. Ele não costuma ser barato, mas vale cada centavo.

As gorduras saturadas do óleo de coco são antibactericidas, antiviral, antifúngicos e antiparasitários, fortalecendo o sistema imunológico. Além disso, pode beneficiar a pele, no tratamento e na prevenção de infecções e também contra eczema, psoríase, dermatite. O ácido láurico ou monolaurina, são muito efetivas em tratamentos como antibiótico de germes resistentes. O óleo de coco e em combinação com óleo de orégano é o melhor antibiótico para combater as bactérias estafilococos.

Como preparar: Costuma ser usado em pomadas, para saltear verduras, em chás ou café. Recomenda-se utilizar até 3 colheres de sopa por dia é uma dose apropriada.

Extrato de folha de oliveirafolha de oliveira

Este elemento não é de costume ter em casa, mas já sabemos que as frutas, folhas e sementes da árvore de oliveira são repletos de benefícios naturais para a saúde.

Ele auxilia no tratamento de infecções virais e bacterianas e também estimula as bactérias saudáveis ​​no estômago. A oleuropeína é seu principal elemento terapêutico, ele e outros polifenóis beneficiam o sistema imunológico, prevenindo que infecções virais e bacterianas se espalhem. Ele também previne contra diabetes, para a perda de gordura abdominal, e combate a artrite.

Como preparar: O extrato pode ser feito em casa com folhas secas. Você só precisa de 20 gramas de erva, 90 ml de álcool cereal, 10 ml de água destilada. Coloque num frasco esterilizado e escuro. Deixe repousar em local escuro durante 20 dias, movimente de 2 a 3 vezes por dia.

Opte por produtos orgânicos e respeite a natureza, a moderação é a chave para uma vida saudável.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *