Chá de Folha de Amora

Quem vê uma frutinha tão pequena e delicada quanto a amora, dificilmente irá imaginar que esta “pequena notável” possa apresentar uma quantidade de cálcio vinte e duas vezes maior que o leite de vaca, além de vitaminas e sais minerais que juntos, atuam como um verdadeiro exército protetor da saúde humana.

As propriedades medicinais da amora, podem ser aproveitadas através do consumo da fruta in natura, sucos e chás. Este último, por sua vez, pode ser produzido, utilizando-se as folhas da amoreira, onde algumas propriedades são ainda mais concentradas.

Rico em vitamina A, vitamina C, vitamina K, cálcio, ferro, fósforo e potássio e antioxidantes, o chá de amoras tem ainda a vantagem de agradar aos olhos e ao paladar.

A amoreira, cujo nome científico é Morus, é originária da Ásia, África e América do Norte, mas desenvolve-se muito bem no Brasil, onde é comumente encontrada em sua forma silvestre. São árvores de porte médio que chegam a 5 metros de altura, com casca escura e rugosa. Apresenta flores pequenas, brancas ou amareladas. As frutas são pequenas, formadas de vários gomos minúsculos. São vermelhas e quando bem maduras, quase pretas.

Para o consumo, a espécie preferida é a amora preta, enquanto que a amoreira branca é utilizada para a criação do bicho-da-seda.
Estudos realizados no Japão, atestam a eficácia do chá de folhas de amora no tratamento auxiliar de várias doenças.

Principais propriedades terapêuticas do chá de folhas de amora: antibactericida, antipertensiva, antirreumática, emagrecedora, hipoglicemiante, antidiabética, reguladora, tônica, antihepática, antifungica, anti-inflamatória e antioxidante.

Amora - propriedades medicinais

Benefícios da Amora

Infecções por fungos e bactérias: Substâncias presentes na folha de amora, possuem propriedades que atuam no combate à infecções causadas por fungos e bactérias, agindo ainda como anti-inflamatório.

Envelhecimento precoce: Com várias substâncias antioxidantes, entre as quais as vitaminas A e E, a amora atua diretamente na neutralização dos radicais livres derivados de oxigênio, evitando o envelhecimento precoce, doenças neurológicas, infecções causadas por bactérias e fungos e inflamações, além de atuar na prevenção de vários tipos de câncer.

Visão: O envelhecimento causado pelos radicais livres atingem também a retina. Uma substância presente na amora, chamada zea-xanthin é um poderoso antioxidante carotenóides que se concentra diretamente na retina e previne doenças relacionadas à visão, como a catarata, por exemplo.
Diabetes: O chá composto com folhas de amoreira auxilia no combate à diabetes, diminuindo as taxas de glicose no sangue através do aumento de liberação de insulina.

Hipertensão: A presença de ácido y-aminobutírico, substância com efeito hipotensor, normaliza a pressão arterial.

Calvície: Ativa a circulação dos vasos sanguíneos no couro cabeludo, melhorando a aparência dos fios e inibindo a queda capilar.

Rins e Fígado: Diminui o acúmulo de gorduras e controla o colesterol ruim presentes no fígado e rins, além de estimular a eliminação de gorduras, ajudando no combate à obesidade e beneficiando a circulação sanguínea.

Menopausa: Durante a menopausa, atua como regulador de hormônios, atenuando os sintomas desta fase.

Osteoporose: Rico em vitamina K e sais minerais, como cálcio, potássio, ferro e magnésio e zinco, proteínas, levedura e fibras, previne e auxilia no tratamento da osteoporose e outras doenças degenerativas dos ossos.

A fruta in natura possui grande quantidade de fibras que auxiliam no funcionamento do intestino, além de auxiliar na eliminação de gorduras.

Com tantos benefícios, vale a pena incluir o consumo de amora no cardápio diário. Embora as geleias sejam as mais procuradas, sugerimos o consumo da fruta, da polpa ou das folhas que podem ser aproveitadas em forma de chá.

Receita Fácil de Chá de Amora

Folhas de Amora

Chá de folhas de amora

Chá de Folhas de Amora

  • 01 litro de água mineral ou filtrada
  • 01 colher de sopa de folhas de amoreira secas, ou 10 folhas frescas.

Modo de fazer:

Leve a água ao fogo até levantar fervura.
Desligue assim que começar a ferver, acrescente as folhas de amoreira, e tampe o recipiente.
Deixe descansar até que o líquido esteja morno.
Coe e consuma sem adoçar.

O chá poderá ser mantido em geladeira, por até 24 horas.

Contraindicações;

Embora não existam contraindicações conhecidas para o chá de folhas de amora, vale lembrar que até mesmo produtos naturais podem causar danos à saúde. Desta forma, é sempre indispensável o acompanhamento médico em caso de tratamento de qualquer tipo de doença.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *