Chá de quebra-pedra: Para cálculos e problemas nos rins

Quebra-pedra é uma das plantas medicinais mais conhecidas no Brasil. Indicada à séculos pela sabedoria popular, recebe ainda o nome de Saxífraga, Pimpinela branca, Quebra-panela, Conami, Fura-parede e Arranca-pedras. Trata-se de uma erva de caule, muito fino, folhas ovais, alternas e muito pequenas. Suas flores são amareladas e esverdeadas. A raiz é fresca por fora e esverdeada por dentro. Podem ser aproveitadas todas as partes das plantas, mas por uma questão de costumes, apenas, as receitas geralmente incluem somente as folhas.

A planta pode ser encontrada com facilidade, inclusive em regiões urbanas, nascendo entre pedras, paredes e calçadas e também pode ser cultivada em vasos ou adquiridas em lojas de produtos naturais, feiras livres, farmácias homeopáticas e de manipulação e outras casas do ramo. Possui caules bem finos e folhas muito pequenas e ovaladas.

Existem estudo científicos que comprovam a eficiência da erva como elemento diurético, o que  auxilia no tratamento de problemas nos rins, mas a comunidade médica, em sua maioria, não concorda com a utilização da planta para expelir cálculos renais, também chamados de pedras. Por outro lado, reconhecem que a planta possui princípios ativos que impedem a agregação de cristais de cálcio, que juntos, se condensam e formam os cálculos. Desta forma, a ingestão regular o chá de quebra-pedra poderia prevenir o aparecimento das pedras.

Os médicos também explicam que ao forçar a movimentação do cálculo, o produto poderá aumentar a dor ao invés de diminuir e a menos que o cálculo seja muito pequeno, não será expelido. Ainda assim o chá continua a ser utilizado que paralelamente ao tratamento médico.

Quebra Pedra

As principais propriedades medicinais do quebra-pedra

  • antibacterianas
  • antialérgicas
  • anti-inflamatórias
  • antidiarréicas
  • antidiabéticas
  • antibióticas
  • diuréticas

O chá pode ser utilizado na prevenção e tratamento de pedras nos rins. Alivia os sintomas da dor causada pela presença de cálculos, previne pedras na vesícula biliar, controla a glicemia, possui propriedades antioxidantes, auxiliando no combate ao envelhecimento, combate a asia, elimina a prisão de ventre e auxilia no tratamento de infecções no fígado, entre elas a hepatite B.

Também é utilizado no tratamento de câncer de pulmão e mama, infecções urinárias, conjuntivite, diabetes, diarreias, edema nefrítico, tratamento de aftas e infecções de garganta.

Anote a receita:

Receita de Chá de quebra-pedra

  • 4 gramas ou uma colher de sobremesa de folhas de quebra-pedra.
  • 1 xícara de água mineral ou filtrada

Modo de preparo

Aqueça a água e desligue o fogo antes de atingir o ponto de ebulição, ou se fervura. Acrescente as folhas de quebra-pedra, tampe o recipiente e deixa descansar por aproximadamente cinco minutos, ou até que esteja morno. Coe com uma peneira e beba a seguir. A adição de açúcar é opcional, desde que em quantidade moderada, contraindicada apenas em casos de diabetes.

Modo de consumo

Consumir entre duas e cinco xícaras de chá diariamente.

Importante: Alguns médicos acreditam que a formação de cálculos renais ou vesiculares podem estar associados, entre outros fatores, à qualidade da água. Desta forma, quem apresenta predisposição para este tipo de doença, deve estar atento. Sempre que possível, vale pena optar pelo consumo de água mineral e na impossibilidade, sempre água filtrada.

Contraindicações

O chá de quebra-pedra não deve ser consumido por crianças menores de seis anos, bem como  mulheres grávidas ou que estão amamentando. O uso do produto por  por mais de três meses seguidos, também é contraindicado, sendo necessária um intervalo mínimo de duas semanas antes que o tratamento seja reiniciado.

Não é recomendado substituir a ingestão de água por chá. Por tratar-se de um diurético, o consumo em excesso pode levar o corpo a expelir substâncias essenciais ao bom funcionamento do organismo.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *