Chá de Sálvia: Benefícios e propriedades medicinais

Originária do mediterrâneo, a sálvia, também conhecida como salva ou salva das boticas é uma planta muito utilizada em todo o mundo, na culinária e medicina popular, por conta de suas propriedades e valores nutricionais. É uma erva de pequeno porte, podendo, inclusive, ser cultivada em vasos, com destaque para as características das folhas que apresentam cores azuladas. As flores são roxas, de cor intensa.

A sálvia, embora não seja originalmente brasileira, adaptou-se muito bem às condições climáticas e do solo, desenvolvendo-se facilmente, sem a necessidade de muitos cuidados em hortas e jardins, sendo muito fácil encontrá-la na forma in natura.

Diante da beleza e benefícios da planta, vale a pena cultivá-la em um pequeno espaço. Para isso, basta utilizar terra fértil (pode ser comprada pronta para o plantio ou preparada com adubo orgânico), algumas pedras e um vaso. As sementes podem ser obtidas até mesmo em supermercados, mas existem lojas de plantas, paisagismo e jardinagem que vendem as mudas já desenvolvidas.

A planta precisa de luz solar direta, preferencialmente nas primeira horas do dia. Mantenha a terra úmida mas nunca encharcada. É preciso atentar para a presença de pequenos invasores nas folhas da planta. Neste caso, devem ser eliminados manualmente ou com uma calda de fumo.

Ainda existe a opção das folhas secas que podem ser encontradas em lojas de produtos naturais, supermercados e casas do ramo.

Sálvia

Trata-se de uma planta rica em nutrientes, entre os quais merecem destaque: vitamina A, vitamina C, vitamina D, vitamina B12, vitamina B6, ferro, cálcio, magnésio, proteínas e fibras alimentares.

Seus princípios ativos encontram-se, principalmente nas folhas, de onde se extrai o óleo aromático, bálsamo e resina. Possui propriedades :

Chá de Sálvia

Chá de Sálvia
Fonte: doutissima.com.br

  • antioxidantes
  • antimicrobianas
  • ansiolíticas
  • calmantes
  • anti-inflamatórias
  • diuréticas
  • digestivas
  • cicatrizantes
  • hipoglicemiantes
  • termorreguladoras

Seus nutrientes estimulam o funcionamento da vesícula biliar, auxiliam o trânsito intestinal, atuam no processo de digestão e causam efeitos diuréticos, reduzindo o inchaço e a gordura na região abdominal.

O consumo regular do chá de sálvia, desobstrui as vias respiratórias, regula o ciclo menstrual, alivia cólicas e reduz os sintomas da menopausa. Se consumido no período noturno, atua como calmante, controla a ansiedade e alivia sintomas de enxaqueca, como dores de cabeça muito fortes. Elimina a prisão de ventre, inibe a retenção de líquidos, auxilia no processo de eliminação de toxinas e ajudam nas dietas de emagrecimento.

Para uso tópico, o chá deverá ser usado em compressas no local afetado, contribuindo para a cicatrização de feridas e úlceras

Já para curar feridas ou úlceras, faça compressas com o chá e passe no local desejado. Este procedimento também é válido para auxiliar nas dores de cabeça mais fortes, como a enxaqueca.

O óleo essencial de sálvia, possui cânfora, cineal e betatujona, substâncias que auxiliam no tratamento de inchaços, pancadas e torções.

Suas propriedades anti-inflamatórias são aplicadas o tratamento de reumatismo, artrite, e dores musculares.

Como digestivo, o chá alivia sintomas de má digestão, agindo contra a acidez estomacal, elimina a prisão de ventre e consequentemente, os inchaços abdominais, além de tratar vômito e diarreia.

Seus princípios termorreguladores tratam a sudorese e ajudam a regular as secreções lácteas e salivares.

Nos transtornos e cólicas menstruais a infusão de sálvia, atua como antioxidante e diurético, reduzindo os sintomas.

Suas propriedades antissépticas, são utilizadas na cicatrização de feridas e tratamento de úlceras.  No tratamento de angina, gengivite, faringite e outras inflamações diversas, na região da boca e garganta, o gargarejo de sálvia apresenta resultados excelentes.

A infusão, consumida regularmente, diminui os níveis de açúcar no sangue, agindo como hipoglicemiante e auxiliando no controle de diabetes.

Anote a receita:

Receita de Chá de sálvia

  • 01 colher de folhas de sálvia picadas (podem ser frescas ou desidratadas)
  • 01 xícara de chá de água mineral ou filtrada

Modo de fazer: Coloque a água no fogo e desligue antes de levantar fervura. Acrescente as folhas de sálvia, tampe o recipiente e deixe descansar por aproximadamente 10 minutos, ou até amornar. Consuma a seguir.

Embora não existam contraindicações para o consumo da sálvia, vale lembrar que tratamentos caseiros não substituem as orientações médicas, devendo ser usados apenas como auxiliares e sob  orientação profissional.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *