Rosa Branca: Chás e Banhos com Pétalas de Rosas

As rosas são flores simbólicas, envoltas de misticismos e poesias, desde as épocas mais remotas. Símbolo de beleza e romantismo, sempre encantou os povos.

Suas propriedades medicinais são conhecidas desde a antiguidade. Nas civilizações modernas, ressurgem com novas propostas, incorporadas por crenças e lendas variadas. Neste contexto, a rosa branca se destaca, compondo receitas caseiras para combater alguns males.

A cor branca, associada a pureza, paz, tranquilidade é muito utilizada por várias religiões. No Brasil, a influência das religiões de origem africanas, misturadas com o catolicismo europeu, deu origem à novas crenças e aspectos culturais únicos em nosso País.

Por conta disso, as chamadas “receitas nacionais”, colocam sempre a cor da rosa, no caso branca, como fator essencial para alcançar os resultados esperados.

Cultura e crenças a parte, não importa a cor da rosa. Estudos indicam que as flores desta espécie, possuem, de fato, propriedades terapêuticas e nutrientes que podem ser utilizados para beneficiar a saúde, mas isto não é privilégio das rosas brancas.

Os princípios ativos variam pouco de acordo com a tonalidade da flor, mas nada que possa influenciar ou alterar significativamente os resultados. A não ser, é claro, por conta de fatores psicológicos.

Rosa Branca

As cores tem influência sobre o nosso cérebro e nossas reações, levando-nos a crer, por exemplo, que um banho com pétalas de rosas brancas, tenha efeito calmante, enquanto que um banho com pétalas vermelhas tenha efeito excitante.

De qualquer forma, vamos passar o costume adiante, focando este artigo nos benefícios da rosa branca. Este tipo de planta,  precisa de solo rico em nutrientes e com umidade constante. Suporta bem o sol, porém de desenvolve melhor em ambientes bem iluminados pela luz solar, porém sem a incidência de raios diretos. Pode ser facilmente encontrada em floriculturas, mercados, jardins caseiros ou lojas de produtos naturais.

Suas principais propriedades são: calmante, laxativa, anti-inflamatória, digestiva, adstringente, depurativa, antibacteriana e antioxidante.

A planta é muito utilizada no tratamento de inflamações nos rins, útero e olhos, causadas por alergias conjuntivites ou a doença chamada popularmente de  “dordolho” ou “tersol“, tosse, dor de garganta, bronquite, prisão de ventre, ansiedade, irritação, desinfecção de ferimentos e limpeza de pele.

Também é bastante utilizada pela indústria cosmética na produção de shampoos, cremes e principalmente, sabonetes.As pétalas de rosas, independentes da cor, contém vitamina C, responsável por sua propriedade um antioxidante, protege o organismo contra a presença de toxinas e os chamados radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento. Também fortalece o sistema imunológico, e ajuda na produção de colágeno, uma proteína essencial para a saúde e elasticidade da pele

São ricas em princípios ativos, entre os quais, os polifenóis, que são solúveis em água, ácido gálico, que auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares, osteoporose e alguns tipos de câncer.

O chá pode ser utilizado em lavagens, banhos e compressas, nos casos de inflamações tópicas (conjuntivites e outras doenças dos olhos, ferimentos e problemas ou limpeza na pele) ou consumido, nos casos de nervosismo, irritação e cansaço mental. Seu uso contínuo, por um período mínimo de seis meses, pode ajudar a aliviar cólicas menstruais.

Para o uso tópico, basta misturar rosas em água fervente, deixar amornar e aplicar no local afetado, sem se importar com as doses ou quantidades.

Para ingestão, anote a receita:

Chá de pétalas de rosas

Chá de Rosas
Fonte: saudemelhor.com

Chá de pétalas de rosas brancas

  • 10 gramas de pétalas de rosas brancas
  • 500 ml de água mineral ou filtrada
  • 1 colher de mel de abelhas

Modo de fazer: Coloque a água no fogo e desligue antes de levantar fervura. Acrescente as pétalas de rosas brancas, tampe o recipiente e deixe descansar por aproximadamente 10 minutos, ou até amornar. Adoce com o mel de abelhas e consuma imediatamente.

Não é recomendado guardar o chá pronto para consumir depois. Além de alterações no sabor, o composto pode perder parte de suas propriedades medicinais.

Não existem contraindicações para o uso do chá de pétalas de rosas, das quais se tenha conhecimento. De qualquer forma, vale lembrar que receitas caseiras não substituem o tratamento médico.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *