Como eliminar Cistite e Infecção Urinária com remédios naturais

A primeira coisa que você precisa saber é que as duas doenças são diferentes, porém, a cistite que é uma inflamação da bexiga pode ser a porta para entrada de bactérias que causam a infecção urinária. As duas têm sintomas parecidos provocam dor, desconforto e ardência ao urinar.

Mesmo que as doenças sejam muito parecidas devemos atentar para a infecção urinária, que ocorre pela presença de bactérias. Essas bactérias precisam ser eliminadas para evitarem complicações futuras, então, o primeiro passo é ingerir antibióticos. Após esse cuidado, os métodos de limpeza e prevenção servem tanto para uma, quanto para outra.

Antibióticos naturais

Para eliminar as bactérias e prevenir novos ataques:

Terramicina natural – Alternanthera brasiliana (Gomphrena b.) – Usada como medicina indígena, é uma planta poderosíssima, que devemos usar com atenção e cautela. Pessoas com pressão alta não devem usa-la.

Como preparar: A forma de usa-la é por maceração, deixe uma folha fresca e picada de molho em 1 xícara de água por 12 horas. Beba apenas 1 xícara por dia, durante 6 dias.

Você pode optar também por antibióticos mais leves, como alho, cúrcuma, gengibre, óleo de coco, equinácea, extrato de folha de oliveira. O uso pode ser variando entre chás e na culinária. Essas plantas também podem ser usadas de forma preventiva. Mas lembre-se que o excesso pode prejudicar.

 

infecção urinaria

 

Analgésicos para dor urinária

A maior causa das pessoas recorrerem ao medicamento farmacêutico são as fortes dores, não sei se existem alimentos ou chás específicos para isso, mas o importante é entender o porquê dói. Dói porque o canal está inflamado e a urina esta ácida.

Primeiro, corte cafés e refrigerantes, são os maiores causadores de acidez e inflamam a bexiga. Beba suco de Melancia, Mirtilo e Cranberry, parecem aliviar dores e serem as melhores frutas para rins e bexigas saudáveis.

Como preparar: Chá de semente de coentro ajuda a desinflamar. Ferva uma xícara de água, coloque em infusão uma colher de sopa de sementes de coentro e deixe repousar por 10 minutos. Tome duas vezes ao dia, durante uma semana.

Absorvente de vinagre de maçã é um conselho antigo: umedeça um absorvente externo com vinagre de maçã e deixe que por evaporação o líquido seja absorvido, quando o absorvente estiver seco, pode retira-lo.

Se nenhum desses métodos acima resolver as dores, você ainda pode tentar cataplasma com argila amornada, ingerir outros chás analgésicos ou aplicar pomadas sedativas na região do ventre.

É importante ter em conta que cada corpo reage diferente e certos analgésicos naturais podem agir de forma mais ou menos intensa em cada organismo. E lembre-se de conferir as contra indicações dos chás que você utiliza.

Mesmo seguindo as indicações, não deixe de fazer exames para certificar-se que as bactérias se foram e assim você não terá complicações futuras. E se você optar por ingerir remédios farmacêuticos certifique-se que é realmente necessário.

Chás

Aqui vai uma lista de chás diuréticos e desintoxicantes:

Cabelo de milho, cavalinha, quebra-pedra, tansagem, camomila, carqueja, malva, urtiga.

E os laxativos: semente de tansagem, babosa, capuchinha, bardana.

A maioria dos chás é feito por infusão de duas gramas de folha seca para 1 xícara de água. Não consumir o mesmo chá por mais de 10 dias.

Beba líquidos

Beba muita água e chás diuréticos, pois a cada hora a população de bactérias aumenta, mas parte dela pode ser eliminada pela urina. E apesar da dor, não deixe de ir ao banheiro, segurar a urina pode piorar a situação.

Uma curiosidade sobre a infecção urinaria

Como é causada por bactérias é necessário o uso de antibióticos, o uso de antibióticos farmacológicos mata tanto as bactérias ruins como as bactérias boas do nosso organismo, desregulando nossa flora intestinal e vaginal. Assim, ficamos propensas à entrada de doenças, como por exemplo, a candidíase causada pelo fungo Cândida Albins. O fungo da cândida por sua vez se aproveita do sistema imunológico baixo e causa infecções, pode atingir qualquer parte do corpo sendo um grande causador de infecções urinárias.

Outro importante tratamento é limpar o ventre, o intestino e todas as toxinas que possam estar criando espaços para proliferação de bactérias.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *