Como eliminar os Espirros frequentes

Combater os espirros significa combater suas causas, ou seja, alergias, gripes ou resfriados.

O espirro indica uma situação de incômodo do organismo. Quando algum elemento causa irritação no aparelho respiratório, o corpo se esforça para expulsar o corpo estranho, justamente através do espirro. Perceba que trata-se de um movimento de impulso para fora do corpo.

Existe um nervo no crânio, responsável pelas sensações e pelo controle motor de todo o rosto. Quando este nervo identifica um corpo estranho, o cérebro “recebe a informação” e “ordena” a contração dos músculos das costas e abdomem, provocando a saída do ar. A velocidade do ar durante o espirro pode chegar a 160 quilômetros por hora.

As causas são diversas, mas geralmente relacionadas à gripes, resfriados e alergias, entre as quais, as mais incidentes são a rinite e sinusite alérgica.

No caso da rinite, trata-se de uma a reação alérgica da mucosa nasal a determinados elementos, identificados pelo sistema de defesa do organismo (sistema imunológico) como ameaça, uma vez que são estranhos. Esta “invasão do corpo”, no casos das alergias respiratórias, ocorrem por inalação.

Geralmente confundida com gripe, a rinite tem causas diferentes. Tanto a gripe quanto o resfriado, são doenças causadas pela infecção por vírus. A alergia, por sua vez, se manifesta por conta da inflamação da mucosa que reveste a parte interna do nariz, quando identifica um corpo estranho, identificado clinicamente como elemento alérgeno.

Espirro

Causas das alergia e como eliminar

Entre os principais responsáveis por alergias, estão:

Poeira doméstica

A poeira doméstica, ao contrário do que a maioria imagina, não é composta somente por partículas de terra. A resposta para aquela tradicional pergunta – De onde vem tanta poeira? – é a seguinte: A poeira caseira é formada por resíduos de pelos de animais, escamações de pele humana, fibras de tecidos, ácaros, bactérias, fungos e, por incrível que pareça, até mesmo resto de alimentos.

São partículas minúsculas, quase que invisíveis que se aglomeram em quantidade suficiente para que possamos ver. Nota-se portanto, que a poeira doméstica é algo bem  diferente que a poeira de terra, embora esta, se inalada, também pode causar alergia em algumas pessoas, porém com uma incidência bem menor.

Mofo, bolor

O mofo é formado por fungos, seres vivos que se reproduzem, mas não constituem tecidos verdadeiros. Não são classificados como plantas, nem animais, tampouco bactérias. Alguns são úteis e podem ser consumidos, como certos tipos de bolor que se formam em queijos e algumas espécies de cogumelos. Outros, não podem ser consumidos e sua simples presença é responsável por alergias e mal estar, que se manifestam como rinite, conjuntivite alérgica, asma, sinusite ou micose nos brônquios.

Entre os principais sintomas alérgicos, estão as dores de cabeça, coceira no nariz e nos olhos sensação de cansaço, tosse e congestionamento nasal.

Pelos de animais domésticos

Na verdade a alergia é causada às vezes pelo pelo, mas também por pequenas partículas de descamação da pele do animal, presentes no pelo. No caso das alergias respiratórias, os sintomas são os mesmos causados pela poeira.

Alguns cuidados para evitar alergia aos pelos e animais

Alérgenos

Alérgenos Fonte: default.adam.com

  • Lavar com frequência o local em que os animais dormem.
  • Manter o animal fora de casa pelo menos na maior parte do tempo. O ideal é que ele tenha seu próprio espaço.
  • No caso dos gatos,  manter a caixa de areia do lado de fora da casa.
  • Mantenha os animais longe de cortinas, sofás, camas e tapetes.
  • Animais domésticos devem ser banhados semanalmente.
  • Aspirar e manter a casa arejada reduz o problema.
  • Lavar as mãos sempre que pegar os animais.

Tabaco

A fumaça e o cheiro do cigarro são potencialmente alérgicos. Não fumar dentro de casa é essencial. Cinzas, bitucas e maços de cigarro, ainda que vazios, devem ser descartados imediatamente. A fumaça causa inflamação e irritação imediata no aparelho respiratório.

Medidas preventivas

Se possível, eliminar cortinas, tapetes, carpetes e bichos de pelúcia, nos quartos de pessoas alérgicas.Roupas de cama devem ser trocadas regularmente, uma ou mais vezes por semana, dependendo do grau de alergia.

Passar pano úmido nos móveis e no chão, diariamente para evitar o acúmulo de poeira doméstica. Os estrados das camas devem ser limpos, no mínimo, uma vez por semana. Evitar o uso de produtos de limpeza aromatizados.

Instalar umidificadores ou colocar baldes ou bacias com água à noite, no quarto para aumentar a umidade do ar.

Receitas caseiras

Chá de ervas para alergias

Chá de ervas para combater alergias Fonte: bolsademulher.com

Ervas e alimentos que fortalecem o sistema imunológico, podem ajudar no combate aos espirros causados por alergias.

Tomilho
Alivia todos os  problemas respiratórios, principalmente aqueles causados por reações alérgicas,

Chá verde
Impede a produção de histamina, inibindo e aliviando a reações e sintomas da alérgicas.

Urtiga
Possui propriedades depurativas que inibem a ação de substâncias alérgicas. Pode ser utilizada em infusão ou até mesmo em sopas.

Cúrcuma
Alivia sintomas alérgicos, auxiliando no bloqueio da imunoglobulina, podendo ser utilizada em

Frutas cítricas
Limão, laranja e acerola são ricas em vitamina C, fortalecendo a defesa do organismo, para que este possa  imunidade contra os alérgenos mais frequentes.

Alguns vegetais  como brócolis, pimentão, cenoura, ricos em flavonóides,também auxiliam no combate às alergias e consequentemente, dos espirros.

Comentários
  1. Etelvina Almeida

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *