Remédio caseiro para Pedra na Vesícula: Chá de Bardana e Boldo

A vesícula biliar é um órgão pequeno, com aproximadamente 7cm, localizado entre o fígado e o estômago, podendo variar de tamanho e forma, de acordo com o peso e altura da pessoa. Tem o formato de uma pequena pera e é responsável pelo armazenamento da bílis. A bílis, também conhecida como bili, fel ou suco biliar, é um líquido extremamente amargo, produzido pelo fígado e enviado à vesícula. Este suco é responsável pela digestão de gorduras, microrganismos e pela absorção de nutrientes no intestino.

O fígado envia a bílis para a vesícula. Quando a gordura é ingerida, a vesícula se contrai, jogando a bile no intestino através de dutos que são, na verdade, pequenos tubos que transportam o líquido. Quando um destes tubos encontram-se obstruídos o suco biliar fica no fígado. Desta forma, a gordura não é digerida e a pele fica amarela. Esta obstrução pode ser causada por um tumor, um cisto, ou, na maioria das vezes por um cálculo biliar, mais conhecido como pedra na vesícula.

O que são pedras na vesícula?

As pedras aparecem, geralmente pelo excesso de cálcio e colesterol no suco biliar, ou pela retenção da bílis na vesícula por um longo período.

O principal sintoma é uma dor forte e repentina do lado direito do abdômem. As dores acontecem geralmente entre 30 minutos e 1 hora após as refeições, por conta das contrações da vesícula na tentativa de liberar a bílis. Como o canal está obstruído pela pedra, o líquido não é expelido.

As dores passam quando termina o processo digestivo, retornando a cada alimentação. Além disso, podem ocorrer febres, calafrios, vômitos, náuseas e diarreias associadas.

Como evitar

Vesícula biliar

Vesícula biliar com cálculos
Fonte: melhorcomsaude.com

Alguns cuidados podem ser tomados na tentativa de se evitar um cálculo biliar:

  • Estabeleça uma dieta rica em frutas, verduras cruas e alimentos integrais.
  • Pratique atividades físicas regularmente
  • Evite o cigarro
  • Evite o uso prolongado de anticoncepcionais, optando por métodos contraceptivos alternativos. As mulheres tem mais probabilidade de adquirir cálculos, por questões hormonais.
  • A hereditariedade também influencia, por tanto, cuidando dobrado se houver muitos casos na família.

Tratamento

O tratamento de cálculos biliares pode ser realizado com medicação, cirurgia ou ondas de choque que quebram as pedras em partículas menores. O tipo de terapia necessária deverá ser avaliada por um médico, de acordo com o tamanho da pedra, localização e sintomas.

Tratamento auxiliar alternativo

Vale sempre lembrar que doenças devem ser tratadas com orientações e procedimentos médicos. A sabedoria popular, no entanto, nos ensina que algumas ervas possuem propriedades terapêuticas que podem auxiliar no combate às doenças ou aliviar os sintomas. Entre as ervas indicadas para o tratamento de pedra na vesícula, encontramos a bardana e o boldo.

Chá bardana e boldo

Chá de bardana e boldo para pedra na vesícula

A bardana, planta medicinal utilizada pelos gregos, desde muitos anos, possui propriedades antibióticas e anti-inflamatórias, hipoglicemiantes, antisséptica, sudorífera e age como tônico capilar. Pode auxiliar no tratamento de pedras na vesícula e bexiga, inibindo a inflamação e induzindo a contração do órgão para expelir o cálculo. A planta também é utilizada no tratamento de  dermatose, furúnculo, bronquite, cálculos da bexiga e biliar, reumatismo, prisão de ventre, queda de cabelo, afecções cutâneas como dermatite, eczema e dermite e hidropisia.

O boldo, por sua vez, tem propriedades digestivas que agem diretamente no fígado, auxiliando as funções hepáticas e a formação da bílis. O suco das folhas também é útil no alívio das cólicas.

A combinação dos destes dois elementos, portanto, servirá de reforço aos tratamentos convencionais, contribuindo para a eliminação das pedras. As ervas podem ser encontradas in natura, em hortas e jardins em lojas de produtos naturais ou até mesmo em mercados, em embalados em sachês. O ideal, no entanto, é que as plantas sejam frescas, já que os princípios ativos serão extraídos do suco das folhas.

Chá de bardana e boldo

  • 5 folhas de boldo
  • 1 colher de chá de raiz de bardana
  • 500 ml de água mineral ou filtrada

Obs: Caso não seja possível a utilização das folhas frescas, substitua por um sachê de chá.

Como fazer o chá: Macere as folhas de boldo em um recipiente. Acrescente a raiz de barbana e a água em ponto de fervura. Deixe descansar por 10 minutos. Coloque em um recipiente de vidro tampado.

Modo de usar: 2 copos ao dia, após o almoço e o jantar.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *