Confira 4 receitas boas para Pressão Alta

A pressão alta é um sintoma que ocorre quando os vasos sanguíneos se encontram estreitos ou rígidos, isso faz com que o coração force o bombeamento do sangue que, por sua vez, é mais forte que o normal. E quando esta força do sangue contra a parede das artérias torna-se muito alta, se dá a condição de pressão alta. De forma resumida, é isso.

Quando as artérias estão nas mesmas condições, a pessoa passa a ter hipertensão, que é uma doença bastante complicada, já que força demasiadamente o coração e pode levar a infartos e derrames.

Pensando nisso. Veja alguns chás que podem colaborar com a regulação da pressão arterial. E lembre-se, o controle médico é fundamental. Jamais substitua a recomendação de seu médico por um chá ou outra receita que não tenha sido prescrita por especialista.

Chá de Alho e Cebola

O alho tem propriedades que lhe permitem reduzir a pressão arterial, pois tem capacidades para afinar o sangue, ele contém polissulfetos, que permitem o relaxamento dos vasos sanguíneos.

Já a cebola contém como componente benéfico a quercetina, que ajuda a relaxar as paredes dos vasos sanguíneos, diminuindo assim a pressão arterial. Também tem a vantagem de diminuir os níveis de colesterol ruim do organismo se consumida com frequência.

Tanto o alho como a cebola são considerados inibidores da enzima conversora de angiotensina, que provoca a angiotensina, ou seja, o estreitamento dos vasos sanguíneos. Com a inibição desta substância, os vasos se relaxam facilitando a passagem do fluxo sanguíneo, o que alivia o coração e evita o aumento da pressão arterial.

Como preparar: Utilize 60 gramas do bulbo, 1 dente de alho para 1 litro de água. Ferva todos os ingredientes durante 20 minutos, apague o fogo e deixe esfriar. Adoce com mel se necessário e beba durante o dia.

Não há contra indicações para o uso diário, esta bebida afasta gripes e resfriados e fortalece o sistema imunológico.

pressão alta

Chá de Erva doce

A erva doce é levemente hipotensora, sendo indicado para casos de pressão alta, pois o potássio e folatos presentes contribuem para diminuir a pressão arterial. Também ajuda a combater a o nervosismo e a ansiedade.

Como regula a pressão arterial é usada em tratamentos de doenças cardíacas e para reduzir taxas do colesterol ruim.

Como preparar: Utilize 3 colheres de sopa de sementes da erva seva para 1 litro de água. Ferva a água e acrescente as sementes, deixe ferver durante 5 minutos. Desligue o fogo e deixe descansar por mais 5 minutos com o recipiente tapado. Filtre e beba, no máximo, 3 xícaras de chá quando tiver sintomas.

Chá de Passiflora (Flor do Maracujá)

Passiflora é a flor do maracujá, e assim como o seu fruto ela tem potencial sedativo. O seu uso diminui em instantes a pressão arterial, sendo contra indicada para pessoas que possui baixa pressão.

Como é diurético, age eliminando o excesso de água e sal do organismo através da urina, com isso reduzem a quantidade de líquido circulante na corrente sanguínea, diminuindo a pressão existente nas artérias.

A passiflora também acalma os nervos e promove a saúde do sistema nervoso, pois tem ação sedativa, tranquilizante e antiespasmódica da musculatura lisa. Similar ao efeito da morfina, ele é um poderoso analgésico, mas ao contrario do medicamento não deprime o sistema nervoso central.

Como preparar: Utilize 5 gramas para 1 xícara de água. Ferva a água e deixe a erva em infusão durante 10 minutos com o recipiente tapado. Filtre e beba até 3 vezes enquanto o sintoma persistir.

Chá de Melissa

A melissa, ou erva-cidreira, é um calmante natural que ajuda a controlar a pressão sanguínea, pois relaxam os vasos sanguíneos e permitem que o fluxo de sangue diminua a pressão exercida pela contração do músculo cardíaco e artérias.

A ansiedade e a tensão são fatores que colaboram para o surgimento da pressão alta.

Como preparar: Utilize 5 gramas de folhas secas para 1 xícara de água. Ferva a água, desligue o fogo e acrescente as folhas, tape o recipiente e espere ficar morno. Filtre e beba uma xícara três vezes ao dia, enquanto os sintomas persistirem.

Verifique as contra indicações das plantas que você utiliza. Opte por produtos orgânicos e preze pelo equilíbrio, evitando excessos.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *