Os Sintomas de Problemas no Coração e alimentos que os previnem

Cerca de 30% das mortes ocorridas no Brasil, são causadas por doenças cardiovasculares, de acordo com dados oficiais do Ministério da Saúde. Entre as vítimas, 60% são homens, com idade média de 56 anos. Os altos índices fazem com que o Brasil ocupe o 10º lugar entre os países com maior número de mortes causadas por este tipo de doença.

As doenças cardiovasculares são aquelas que afetam o coração e as artérias, entre as quais, o infarto e AVCacidente vascular cerebral, também conhecido como derrame cerebralarritmias cardíacas, isquemias ou anginas. A doença é caracterizada pela arteriosclerose ou seja, o acúmulo de placas de gorduras nas artérias, reduzindo o espaço e dificultando o fluxo sanguíneo.

As causas podem ser genéticas, mas os fatores externos são determinantes, partindo de hábitos e estilos de vida inadequados. Obesidade, tabagismo, sedentarismo, colesterol alto, hipertensão, e consumo excessivo de álcool são as principais causas para o entupimento de artérias.

Estudos apontam uma predisposição maior entre os indivíduos fumantes do sexo masculino, tendo em vista que estatisticamente, estes tem probabilidade cinco vezes maior que outras pessoas de sofrerem um infarto.

Os números também aumentaram nos últimos anos entre pessoas com 20 e 40 anos de idade, antes, fora dos grupos de risco. Dos casos ocorridos anualmente no Brasil, cerca de 12% dos pacientes, encontram-se nesta faixa etária.

Cuidados com a alimentação

Controlar o peso, aferir regularmente a pressão arterial, evitar os fatores de risco, são algumas medidas essenciais para prevenir doenças cardíacas. Médicos recomendam uma visita a cada 5 anos para exames, para pessoas sem histórico familiar de doenças relacionadas à arteriosclerose. Os vasos sanguíneos são responsáveis pelo transporte do oxigênio ao coração e vice-versa. Quando ocorre a arteriosclerose, ou seja, o entupimento destes vasos sanguíneos, a região que não recebeu oxigênio entra em colapso, ocasionando o infarto. A partir dos 40 anos, os exames deverão ser no mínimo, anuais.

Sintomas de problemas no Coração

As doenças cardíacas apresentam 3 fases:

Inicialmente, a doença apresenta poucos sintomas, e quando descoberta nesta fase, através de exames, o problema poderá ser controlado ou até mesmo resolvido sem maiores danos.

Na segunda fase, a doença já se instalou, e o indivíduo começa a sentir dores no peito, falta de ar, palpitações, isquemias, dores de cabeça e insuficiências cardíacas.

Na terceira fase, a pessoa sente dores agudas, no peito, na cabeça e por vezes em outras partes do corpo (inclusive estômago), falta de ar repentina e intensa. Nestes casos o atendimento deve ser emergencial, pois o quadro pode levar o paciente à óbito.

Geralmente, os sintomas recebem atenção, somente na última fase.

Como melhorar a alimentação

Alimentação saudável

Alimentos que combatem problemas cardiovasculares

Alguns alimentos são comprovadamente eficazes na prevenção de doenças cardíacas. Isto por que, controlam o colesterol e a hipertensão. Veja alguns exemplos e porque inclui-los em seu cardápio diário.

Romã e Brócolis: Romã e brócolis, possuem respectivamente, antioxidantes e vitamina K e fibras que protegem as veias, e ajudam a manter a pressão arterial e os índices normais de colesterol.

Aspargos, Caqui e Laranja: Os aspargos, caqui e suco de laranja, possuem polifenóis fibras e antioxidantes e auxiliam no controle dos níveis de triglicérides e reduzem a pressão sanguínea.

Melancia e Espinafre: A melancia tem propriedades vasodilatadoras e o espinafre é rico em potássio e ácido fólico, reduzindo em até 11% o risco de doenças cardíacas quando consumido regularmente.

Canela e Grãos Integrais: Uma colher de chá de canela em pó diariamente, elimina gordura no sangue, prevenindo a formação de bloqueios. Grãos integrais como pães e arroz integral e aveia, possuem fibras que aderem às moléculas de colesterol ruim, transportando-os para fora do organismo.

Abacate, azeite de oliva, salmão e atum, açafrão, nozes, queijo e chá verde: São alimentos que também auxiliam no combate ao infarto e AVC.

Após os 60 anos, as chances de um problema cardíaco são cada vez maiores, portanto, consultas regulares, dieta alimentar balanceada, atividades físicas regulares, diminuem consideravelmente o risco de doenças cardíacas.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *