Como aliviar Dor de Garanta com receitas naturais

Na maioria dos casos que há dor de garganta, é porque existe uma inflamação que pode ser acompanhada de tosses secas e dificuldade para engolir. A inflamação tem diferentes causas, sendo os fatores mais comuns à exposição ao frio, gripes e resfriados ou afecções na faringite, amigdalite e demais infecções virais ou bacterianas.

As infecções bacterianas e virais podem surgir com a baixa imunidade que outras doenças proporcionam. Para você descobrir se existe alguma infecção, basta observar sua garganta. As infecções bacterianas apresentam pontos brancos na região das amígdalas, além dos inchaços da e vermelhidão da úvula, amígdalas e faringe, que também são sintomas virais.

A infecção viral é a mais comum, cerca de 50% das inflamações e desconfortos na garganta, 30% são os casos de doenças não infecciosas, sendo necessário descanso e tratamento de sintomas e 20% bacterianos, sendo necessário ter atenção de contagio e o uso de antibióticos naturais.

Conheça algumas receitas que podem te auxiliar a combater esse desconforto:

Chá de Picão preto

Como um dos principais sintomas das dores de garganta são as inflamações, que causam inchaços e irritabilidade, o picão preto é um ótimo anti-inflamatório e costuma ser usado para afecções bucais, além disso, ele é antisséptico e antibacteriano, promovendo uma limpeza e impedindo a instalação de bactérias.

Como preparar: Utiliza-se 20 gramas de folhas de picão preto seco para meio litro de água. Ferva a água e acrescente as folhas. Desligue o fogo e tampe o recipiente, deixa descansar durante 15 minutos, filtre e beba. Você pode tomar 1 xícara de chá a cada 4 horas, preferencialmente com o chá morno ou quente. Ou pode optar por gargarejos, normalmente usado em casos de  amigdalite e faringite, faça gargarejos e não engula.

Gargarejos de malva, orégano e óleo de coco

A malva é ótima para infecções na garganta, ela é adstringente o que protege e suaviza  lesões nas mucosas, também age na desinflamação de tecidos, reduz secreções e combate o mau hálito.

O orégano juntamente com o óleo de coco são os melhores combatentes para as bactérias Estreptococos, que normalmente são os causados de infecções bacterianas na garganta. Estes dois cumprem a função de um antibiótico farmacêutico. Além disso, o orégano é antiviral, sedativo e antisséptico.

Como preparar: Utilize 10 gramas de folhas de malva secas e 10 gramas de orégano seco para meio litro e água. Ferva a água e deixe as plantas em infusão durante 10 minutos. Coloque uma colher de chá de óleo de coco e faça gargarejos diversas vezes por dia, ou sempre que sentir dor.

Você pode substituir o orégano seco por óleo de orégano.

Xarope de abacaxi e gengibre

O abacaxi é rico em sais minerais, vitaminas A e C e bromelina, que é uma enzima proteolítica, protetora das inflamações, ele ainda age como expectorante, limpando as secreções pulmonares e é mucolítico, fazendo com que o muco se torne menos viscoso e por isso mais facilmente eliminável.

O gengibre é um antibiótico muito potente, tem propriedades béquicas auxiliando no tratamento de tosses alérgicas e catarrais, também é antisséptico e desinfetante, colaborando para a limpeza do sistema respiratório e é analgésico, sendo ótimo para aliviar dores.

Como preparar: Utilize um abacaxi médio, um pedaço de gengibre equivalente a 1 colher e meia de sopa e  uma xícara de mel.

Descasque e corte em pedaços pequenos o abacaxi e o gengibre. Coloque o abacaxi em uma panela em fogo alto para dar uma rápida fervura, por ser uma fruta que solta muita água, não é preciso acrescentar mais líquidos. Após alguns minutos em fogo baixo, desligue o fogo, espere esfriar e cubra o abacaxi com mel. Misture bem e filtre, espremendo bem para sair todo o caldo. Acrescente os pedaços pequenos de gengibre e guarde na geladeira para melhor conservação.

Consuma até seis colheres de sopa por dia até que os sintomas sejam eliminados.

Você também pode contar com pastilhas e balas para dor de garganta, que podem ser feitas de menta ou hortelã, guaco, gengibre ou própolis. Consumir sucos com vitamina C e alimentos que estimulem o sistema imunológico. Se necessário consuma mais chás antibióticos por dia e tenha cuidado para não pegar frio na garganta.

Verifique as contra indicações dos alimentos que você utiliza e preze pelo equilíbrio, evitando excessos.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *