Como Tratar Amigdalites com receitas naturais

A amigdalite é uma inflamação na garganta com inchaço nas amígdalas. As amígdalas são uma espécie de gânglios linfáticos, localizados na parte lateral da garganta e na parte de trás da boca. Elas agem como proteção, ajudando a manter bactérias e outros germes longe de locais em que possam causar infecções.

A bactéria mais comum entre as causas de amigdalite é a Streptococcus, mas além da infecção também pode ocorrer linfatismo que é o aumento das amígdalas e herpes, pelo fato das amígdalas estarem doentes.

As causas são devido às toxinas e corpos estranhos estarem tentando entrar ou sair do organismo, a prisão de ventre antiga, o sangue sujo, comidas e bebidas muito geladas e o ataque de micróbios e fungos podem ser fatores estimulantes.

Os sintomas são bem desagradáveis, podendo inclusive causar febre. Confira receitas naturais de como tratar a amigdalites sem uso de antibióticos farmacêuticos:

Antibióticos naturais e depurativos

O primeiro tratamento a ser feito é eliminar toxinas e possíveis microrganismos, como bactérias, fungos e vírus que possam estar presentes no seu corpo.

O alho é considerado um dos melhores antibióticos naturais, pois é amebicida, antiagregante plaquetário, antifúngica, antigripal, anti-inflamatório, antimicrobiana, antisséptico,  antiviral,  bactericida, depurativo do sangue e desinfetante. Recomenda-se comer em natura.

A folha de oliveira também é capaz de tratar infecções virais e bacterianas e estimular o aumento da depuração das bactérias saudáveis ​​no estômago, chamadas probióticas. Seu principal componente terapêutico é a oleuropeína. Recomenda-se o uso do extrato da folha de oliveira.

Gargarejos

Faça gargarejos para tratar diretamente a infecção, aliviando as dores e diminuindo inchaços.

O manjericão atua como analgésico, antifebril e antisséptico, aliviando dores e deixando a região limpa e protegida de bactérias. O picão preto tem propriedades antibióticas, sedativas, adstringente e anti-inflamatória, antimicrobiana, cicatrizante e depurativa. Auxiliando a limpar toxinas, aliviar a dor e desinflamar as amígdalas. A malva é expectorante e adstringente, protegendo da inflamação. É uma das melhore plantas para a região bucal e extrabucal.

Como preparar o gargarejo:

Utilize 2 gramas de manjericão, 2 gramas de picão preto e 5 gramas de malva para 1 xícara de água. Ferva a água e deixe as plantas em infusão, durante 15 minutos com o recipiente tapado. Após coe e faça gargarejos de 3 a 4 vezes ao dia. Não engula.

Você também pode utilizar jequitibá, tansagem, trevo cheiroso e limão.

Febrífugos

Se você tem sintomas como a febre, é porque seu corpo esta necessitando expulsar tudo o que está causando a infecção, então descanse e sue bastante. O suor é um ótimo jeito de eliminar toxinas.

O alecrim, que é uma planta normalmente usada na culinária é um ótimo sudorifico. Também é febrífugo e tônico, dando força para o organismo se recuperar. A erva doce também pode ser útil, pois auxilia em inflamações e auxilia na transpiração. Também é um tônico corporal.

Como preparar o remédio

Utilize 2 gramas de erva doce e 5 gramas de alecrim para 1 xícara de água. Ferva a água e deixe as plantas em infusão, durante 15 minutos com o recipiente tapado. Após coe e beba 3 vezes ao dia, durante 5 dias.

Xarope

Se proteja das possíveis infecções, fortalecendo seu sistema imunológico com plantas tônicas e depurativas. O eucalipto é antisséptico geral e pulmonar, desinfetante, expectorante e tônico geral.

Como preparar o xarope

20 gramas de folhas de eucalipto para 300 ml de água e 300 gramas de açúcar mascavo.

Aqueça a água até ferver e adicione a água fervente nas folhas de eucalipto. Deixe em infusão descansar por dez minutos com o recipiente destapado. Filtre o chá e adicione o açúcar. Cozinhe a mistura até que todo açúcar derreta e obtenha uma aparência de xarope. Deixe esfriar e engarrafe, se quiser adicione mel ou própolis. Beba de 2 a 5 colheres de sopa deste xarope por dia.

 Chás

Você também pode fazer uso de chás para fortalecimento e saúde do seu organismo.

A sálvia tem propriedades germicidas e cicatrizantes de mucosas. A urtiga é revitalizante, antioxidante e é estimulante do sistema imunológico, devido alto teor de silicato na sua composição. A salsaparrilha age como tônico sanguíneo e depurativo.

Todos esses chás são feitos por infusão e não devem ser consumidos por mais de 10 dias seguidos.

Verifique as contra indicações das plantas que você utiliza e sempre preze pelo equilíbrio, evitando excessos.

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *